aaaaA poucos dias para a edição 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), os nervos dos candidatos já estão à flor da pele. Por isso, a atitude dos pais pode ser fundamental para ajudar ou piorar a situação.

“Uma dica bacana para os pais é lembrar o quanto vocês conhecem esses meninos, e lembrar o quanto o silêncio deles é importante. Alguns adolescentes gostam muito de falar sobre o assunto. Outros adolescentes não gostam de conversar sobre isso”, explica ela.

“E isso não significa que esse adolescente esteja muito inseguro, ou esteja desinteressado. É apenas uma característica desse momento. Então a dica é: ouçam muito, falem menos. Mais ouvido, menos boca.”

Cláudia explica que os pais devem evitar a todo custo a comparação dos candidatos atuais do Enem com irmãos, primos e amigos que já fizeram as provas e tiveram bom desempenho. “As comparações são inevitáveis, e elas não precisam ser reforçadas. O adolescente já sabe dessa comparação, está cansado de saber que o irmão, o primo, o amigo obteve sucesso. Deixe que essa comparação seja naturalmente feita por ele mesmo”, recomenda a psicóloga.

Para os estudantes, uma dica boa é manter um diálogo com os pais e deixá-los tranquilos quanto à dedicação. “É impossível dividir a ansiedade, é impossível dividir a atenção, é impossível dividir a expectativa. Então, a dica é que vocês passem pros seus pais que vocês vão dar o melhor de vocês, e que essa alta expectativa acaba por atrapalhar.”