ACRE: Arquiteto tem viagem de lua de mel alterada sem aviso e ganha R$ 5 mil de indenização na Justiça

Empresa aérea foi condenada ainda a devolver 10 mil milhas ao jovem. Decisão foi publicada nesta quarta-feira (3) pelo Tribunal de Justiça do Acre.

A companhia Gol Linhas Aéreas foi condenada a indenizar um arquiteto por ter perdido o voo de Rio Branco para a cidade de Boa Vista, onde embarcaria com sua mulher para Ilha Margarita para passar a lua de mel.

A falha na prestação de serviço, segundo divulgou o Tribunal de Justiça do Acre nesta quarta-feira (3), foi resultado de uma alteração de voo sem aviso prévio.

O arquiteto informou que o caso ocorreu em 2016, mas se recusou a dar mais detalhes sobre o assunto. A Gol não se posicionou sobre o assunto até a publicação desta reportagem.

Na decisão, a 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais manteve a condenação e determinou que a empresa aérea deve pagar R$ 5 mil por danos morais ao jovem, já que ele teve o embarque para a lua de mel frustrado. A empresa deve ainda devolver 10 mil milhas aéreas ao rapaz.

Conforme o TJ-AC, com a passagem cancelada, ele buscou um novo voo para não ter um prejuízo ainda maior, por se tratar de um voo internacional. Na decisão, a Justiça afirmou que a notícia do cancelamento do voo só foi dada no aeroporto.

“Houve frustração da expectativa do reclamante em viajar no dia previsto, bem como o sujeitou a situação constrangedora de ter que angariar recursos financeiros, não previstos para o momento, com o fim de comprar novas passagens, situações essas que certamente lhe causaram aflição, transtornos e aborrecimentos que extrapolaram sua esfera patrimonial”, destacou o relator do processo, o juiz José Augusto.