Família foi rendida quando chegava em casa, em Monte Negro — Foto: WhatsApp/Reprodução
Família foi rendida quando chegava em casa, em Monte Negro — Foto: WhatsApp/Reprodução

Um agricultor de 37 anos morreu depois de ter a cabeça dilacerada por um tiro, na noite de quarta-feira (18), durante um assalto na residência da família em Monte Negro (RO). A vítima do latrocínio foi identificada como Leomar Soares. Os bandidos que efetuaram o disparo não foram localizados.

Aos policiais militares, a esposa do agricultor contou que o crime aconteceu enquanto a família chegava na propriedade em um carro. Quando a mulher desembarcou do veículo para fechar a porteira, os bandidos se aproximaram e renderam Leomar.

Segundo a Polícia Militar (PM), durante o roubo os criminosos exigiam dinheiro e mandaram os moradores entrarem na residência. A mulher ficou com a criança de colo, juntamente com outra filha, de 9 anos, enquanto o esposo permaneceu do lado externo da casa.

Neste momento os bandidos atiraram em Leomar e a mulher correu para fora da casa na tentativa de socorrer o marido, mas ele já estava morto.

Os assaltantes então fugiram de moto e levaram alguns objetos da casa, como celular e cerca de R$ 40 em dinheiro.

Cápsula foi achada perto do corpo do agricultor — Foto: WhatsApp/Reprodução
FOTO: Divulgação

A polícia foi chamada à propriedade e, próximo ao corpo da vítima, foi encontrado uma cápsula de calibre 16. Segundo a PM, o tiro na cabeça da vítima resultou na dilaceração do crânio. Aos policiais, a esposa do agricultor relatou que na quarta-feira vendeu uma carga de gado no valor de R$ 13 mil.

Segundo a PM, foram realizadas buscas pelos suspeitos do latrocínio, mas ninguém foi identificado ou preso até esta quinta-feira (19).