O superintendente da CAERD, disse que o fornecimento de água na região do desabamento às margens do Rio Madeira, será restabelecido em sua normalidade em 30 dias.