Continuando a série de posts a respeito de como fazer a mudança “Brasil-Irlanda”, o post de hoje vai fazer algumas considerações importantes antes de abraçar essa mudança, pontuando as coisas que você precisa saber antes de mudar para a Ilha Esmeralda.

• A (República da) Irlanda NÃO faz parte do Reino Unido.

Esse é um equívoco muito comum. Pelo fato de haverem duas Irlandas (República da Irlanda e Irlanda do Norte) e as duas estarem na mesma ilha, as pessoas acham que a (República da) Irlanda faz parte das terras da rainha. Mas não, eles conquistaram sua independência em 1922 (o que pode ser considerado bem recente) e se sentem bem ofendidos quando as pessoas fazem essa confusão.

• Libra ou Euro? Inglês ou Irlandês?

Depende. Se você está na Irlanda do Norte é libra, se você está na República da Irlanda é euro. Então vale ficar atento se você resolver fazer um tour ao redor da ilha. Quanto ao idioma, é predominantemente inglês, há apenas algumas regiões chamadas de Gaeltacht, onde fala-se apenas o irlandês gaélico, em sua maioria na região oeste da ilha.

• Verifique seus plugs.

As tomadas na Irlanda tem uma entrada que não é igual à padrão brasileira. Aqui usa-se o modelo/padrão Inglês com três pinos retangulares. Então para utilizar seus eletrônicos (carregadores de celulares, computadores portáteis e cabos em geral), mesmo no avião ou aeroportos, você precisará comprar pelo menos um adaptador universal.

• Eles dirigem do outro lado

Uma das coisas deixadas como “herança” do período em que a Irlanda era colônia do Reino Unido é a direção do trânsito. Eles dirigem no sentido inverso do Brasil. Então se você ver uma criança sentada no banco dianteiro do lado esquerdo não se assuste, aqui o volante fica do lado direito.

• Chove. Chove Muito

O clima na Irlanda é muito parecido com o do Reino Unido, então chove quase todo dia. Em determinadas épocas do ano como o Outono, a impressão que a gente tem é que chove de duas em duas horas, então esteja sempre preparado com um casaco impermeável ou uma capa de chuva. Guarda-chuva só quando você já estiver bem treinado em como usar um com esse vento todo – em três anos ainda não tirei minha habilitação em guarda-chuvas.

• Gorjetas não são obrigatórias

Ao contrário dos USA onde a gorjeta é esperada e praticamente obrigatória, na Irlanda isso não é muito comum. Mesmo nas regiões metropolitanas como Dublin e Cork não são esperadas as tips.

• Nunca recuse um “cuppa tea” (cup of tea) ou uma pint

Irlandeses adoram conversar e frequentemente os encontramos sentados na sala tomando um chá (“cuppa tea”) ou em algum pub tomando uma pint (copo de 500ml) de cerveja. E portanto eles consideram falta de educação se você recusa fazer parte desse “momento”. Se você não toma chá, melhor procurar uma versão que lhe agrade. E se não bebe cerveja tem sempre uma outra opção (cidra, whisky, ou até mesmo uma pint de leite) o importante é ter um copo (ou xícara) na mão para brindar.

juliana-rochaJuliana é brasileira, mas mora desde 2013 na Irlanda. Blogger, escritora, professora e gerente de mídias sociais. Juliana é dona dos blogs Quase Gringa (em português), Postcards from Juh (em inglês) e mantém updates constantes de suas viagens através do instagram @talktojuh.