Uma cena bastante inusitada chocou policiais e visitantes do Vaticano nesta segunda-feira, 25 de dezembro, Natal. Foi na Praça de São Pedro que uma mulher com os seios expostos correu em direção ao presépio e tentou pegar o bebê Jesus da representação, no que parece ter sido um protesto contra o patriarcado.

Aos gritos de “Deus é mulher”, a ativista não conseguiu cumprir seu objetivo, já que foi perseguida por guardas locais e retirada dos pés do presépio rapidamente, aos gritos.

O manifesto aconteceu cerca de duas horas antes da mensagem do Papa Francisco, que falou para as 50 mil pessoas que estavam na praça.

Um site de ativistas radicais acabou identificando a mulher como Alisa Vinogradova