Bolsa Família: Revisão geral pode suspender mais de R$ 4 bilhões

bolsaAlvo de graves denuncias desde o ano de sua implantação em 2003, o programa Bolsa Família está passando por uma revisão geral nos contratos através de uma ação promovida pelo MPF (Ministério Público Federal) em todo o Brasil.

Essa mobilização do MPF se chama Raio-X Bolsa Família e recomenda a todas as prefeituras brasileiras que promovam visitas as famílias que possivelmente teriam renda superior à mínima exigida para obter o beneficio. Também foi solicitada uma revisão geral nos cadastros para saber quem realmente precisa.

Após a revisão os municípios irão repassar ao MPF todos os contratos cancelados. As recomendações foram expedidas até o dia 19 de agosto e as prefeituras tem prazo estipulado de 60 dias para a resposta.

O MPF deve apresentar nos próximos dias um balanço referente às recomendações expedidas através do Raio-X Bolsa Família. A estimativa é de que aproximadamente R$ 4 bilhões do programa Bolsa Família estejam sendo destinados para pessoas que não se enquadram no perfil social estipulado.

De acordo com o que foi apurado em denúncias, quatro perfis de beneficiários se enquadram entre os mais comuns que recebem indevidamente o dinheiro do programa, falecidos, servidores públicos, doadores de campanha e empresários.

Essa medida é encabeçada pelas Câmaras Criminal e de Combate à Corrupção do MPF e pela primeira vez na história contará com uma apuração de dados cruzados entre entidades com TCU (Tribunal de Contas da União), TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Receita Federal e Governo do Brasil.

Em visita ao estado de Rondônia no último mês de maio o ministro do desenvolvimento social e agrário, Osmar Terra, anunciou que uma grande revisão seria realizada no programa Bolsa Família, segundo ele o projeto nunca havia passado por um pente-fino como esse desde a sua criação, no governo Lula.

É a maior peneira da historia do programa que retirou milhões de brasileiros da margem da miséria, mas que também foi alvo fácil de denúncias de esquemas de corrupção praticados muitas vezes pelos próprios gestores que coordenavam o programa nos municípios.

RONDONIAOVIVO