Após polêmica envolvendo a distribuição de bonecas com órgãos genitais para crianças carentes de Goiás, a Prefeitura de Jataí suspendeu a entrega dos brinquedos na quinta-feira (15/12). A decisão foi tomada devido à pressão dos vereadores da cidade, que enviaram um ofício para vetar a doação dos itens na cidade goiana.

“Algumas prefeituras suspenderam a distribuição. É um absurdo. O Natal não é o momento de discutir opção sexual”, disparou o deputado federal e delegado Waldir (PR/GO). Segundo ele, seriam entregues pelo governo de Goiás 110 mil bonecas a um custo de mais de R$ 1 milhão em 246 municípios.

Os pais ficaram revoltados. Em uma das gravações de vídeos postadas nas redes sociais, um deles exibe o brinquedo. Ao abrir a embalagem, tira a roupa da boneca vestida de rosa e mostra o pênis.

Segundo a Prefeitura do Novo Gama (GO), um dos locais em que o evento natalino para as famílias ocorreu, foram entregues 12 mil brinquedos, entre eles a boneca Beatrice. Todos continham as marcas do governo de Goiás e da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) nas embalagens.

Ao Metrópoles, a assessoria da Prefeitura do Novo Gama pediu desculpas aos pais e garantiu que não teve a intenção de causar constrangimentos. Ressaltou, ainda, que os brinquedos foram doados pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e chegaram lacrados ao município. A prefeita Sônia Chaves teria feito apenas a entrega.

O diretor-geral da OVG, major Augusto, se disse surpreso com a polêmica. Ele informou que a Organização e o governo fazem a distribuição de brinquedos no Natal desde 1999. “A intenção é levar alegria às crianças, reforçar os vínculos e estimular o espírito natalino nas pessoas”, assinalou.

E prosseguiu: “Mas é claro que respeitamos a opinião das pessoas. A OVG está aberta a sugestões e críticas e também nos colocamos à disposição para receber as devoluções de brinquedos, os pais têm a opção de escolha de outros itens que estão sendo distribuídos em todo o estado”, frisou.

Augusto lembrou que, em 2016, foram distribuídos os mesmos bonecos e bonecas, sem despertar nenhum questionamento. Cerca de 4,6 mil peças foram entregues no ano passado, no Ginásio Goiânia Arena. De acordo com diretor-geral, eventuais devoluções serão encaminhadas a entidades filantrópicas cadastradas na organização.

Confira o post feito pelo deputado Delegado Waldir no Facebook: