A revolta de populares e familiares de uma vítima de estupro contra um suspeito de ter cometido o crime se transformou numa barbárie que chocou os moradores do estado do Pará. O acusado de ter estuprado uma menina de 8 anos foi linchado e depois amarrado de cabeça para baixo dentro de um rio cheio de piranhas.

O suposto estuprador teve o rosto todo desfigurado pelos peixes carnívoros, restando apenas parte do couro cabeludo do pescoço para cima. A cena macabra de quando o corpo do acusado foi retirado do rio assustou a todos, pois o corpo estava praticamente intacto, mas a cabeça era apenas uma caveira.

As fotos do estuprador foram publicadas nas redes sociais e chocou todo o País.