Aos gritos de: “É o sindicato!”, bandido executa rival a tiros. Comparsa ainda tenta cortar a orelha da vítima.