Lixão de Porto Velho foi interditado por denúncia de trabalho infantil. — Foto: Superintendência Regional do Trabalho em Rondônia/Divulgação Lixão de Porto Velho foi interditado por denúncia de trabalho infantil. — Foto: Superintendência Regional do Trabalho em Rondônia/Divulgação
Lixão de Porto Velho foi interditado por denúncia de trabalho infantil. — Foto: Superintendência Regional do Trabalho em Rondônia/Divulgação

Após quase um dia de suspensão, a coleta de lixo e o acesso de caminhões ao lixão municipal de Porto Velho foram retomados na tarde desta sexta-feira (7). A volta do serviço foi confirmada pela prefeitura. O serviço estava paralisado desde a última quinta-feira (6), após o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) constatar trabalho infantil no local.

O município informou, durante coletiva na manhã desta sexta, que o lixo recolhido estava ficando nos próprios caminhões da empresa responsável pelo serviço até que o lixão fosse aberto novamente.

Com a reabertura, o executivo municipal afirma que os resíduos recolhidos nos últimos dias na cidade podem voltar a serem despejados no local. Assim, a prefeitura espera que a empresa responsável siga normalmente o calendário de serviço sem prejuízo aos moradores.

A retomada veio após o cumprimento de uma das medidas exigidas pelo MTE, que é a vigilância do local para impedir a entrada de crianças e adolescentes.

Em nota, a prefeitura de Porto Velho informa que a Polícia Militar (PM), com a apoio de cinco vigilantes armados, faz a vigilância do local. O lixão segue interditado e a entrada de catadores continua proibida.

Por mês, cerca de 19 mil toneladas de lixo são deixadas no lixão da capital. O local foi descrito pelos auditores fiscais do MTE como “horror psicológico”.

Veja a íntegra da nota divulgada pela prefeitura de Porto Velho sobre a retomada da coleta de lixo na cidade:

Nota da Prefeitura

A Prefeitura de Porto Velho informa que, na tarde desta sexta-feira (7/12), foi retomado o acesso de caminhões coletores de lixo ao lixão municipal, localizado na região da Vila Princesa, na BR-364.

Podendo despejar os resíduos recolhidos nos últimos dias, os caminhões de lixo retomarão a coleta, seguindo o calendário normal de recolhimento de lixo, sem prejuízo à comunidade.

Desde as 14h desta sexta-feira, a Polícia Militar, com apoio de cinco vigilantes armados, contratados pela Prefeitura, mantém a segurança na região, impedindo a entrada de catadores de material reciclável, uma vez que a entrada de pessoas no local está expressamente proibida.

Prefeitura de Porto Velho.

Fonte: G1