Defesa Civil retira camelôs de praça em Porto Velho

camelos-centroA Defesa Civil de Porto Velho isolou a praça Jonathas Pedrosa nesta quinta-feira (15) e notificou os camelôs para que eles saiam do local devido ao risco iminente de três árvores caírem no local.

Segundo o órgão, a derrubada da árvore deve acontecer no sábado e domingo.

O coordenador da Defesa Civil, Marcelo Santos, explica que a saída é provisória e para evitar acidentes. “São três árvores com risco iminente de cair. Uma já está com 60% de inclinação, outra está oca e podre e outa com a base comprometida”, afirma Marcelo.

Os camelôs que trabalham no local estão sendo notificados para deixar o local temporariamente. A própria Defesa Civil ofereceu a logística, com caminhões para ajudar na retirada das mercadorias. No entanto, antes de compreender os riscos, alguns comerciantes estavam se recusando a deixar o local, com medo que a decisão fosse permanente. “Agora a tarde chamei a Polícia Militar para ajudar. Conversamos com eles (os camelôs) e agora eles entenderam que é para preservar a vida deles”, diz o coordenador.

As árvores são antigas na praça e a ventania do último domingo pode ter agravado a situação que já estava ruim. “Com essas previsões de chuva com ventos, temos que correr com a retirada dessas árvores. Então, aproveito para pedir população para que não ultrapasse a fita de isolamento, porque estamos correndo risco ainda. Como vamos fazer o serviço no sábado e domingo, pode ser que ela caia antes. Então, é importante a desocupação o mais rápido possível”, finaliza.