Desbarrancamento: Material químico pode contaminar Rio Madeira

desbarrancamentoA manhã desta segunda-feira (15) foi movimentada às margens do rio Madeira, na região do Belizário, onde neste último final de semana uma balsa com mais de dez caminhões carregados de materiais químicos foi arrastada durante um desbarrancamento.

Técnicos da Defesa Civil e soldados do Corpo de Bombeiros estiveram na região para avaliar as atuais condições. Devido a complexidade do caso a retirada dos veículos soterrados ainda não começou.

A maior preocupação é o risco iminente de contaminação do rio, fator que dificulta mais ainda o trabalho. Até o momento não foi apresentado nenhum documento que permitisse as operações de transporte de grandes cargas nessas áreas de risco.

Um anel de contenção foi colocado no local para evitar que o material poluente que estava sendo transportado pelos caminhões seja despejado no rio. Por enquanto o trabalho vem gerando resultado.

Ainda não é possível definir as causas que levaram ao grave acidente, porém sabe-se que o porto onde a balsa estava atracada fica instalado ao lado de uma área interditada pela Defesa Civil, justamente devido ao risco de desabamento.

Após a última grande cheia do rio Madeira toda área de margem próxima às turbinas da usina de Santo Antônio se tornou instável em uma formação argilosa de barro e areia, nem as pedras do enrocamento construído pelo consórcio construtor foi capaz de segurar a ação de erosão da área que atualmente está bastante assoreada.

Rondoniaovivo