DESTAQUE: Jornalista que estuda na UNIRON é contratada para trabalhar na CNN Brasil
FOTO: (Divulgação)

Na última sexta-feira, dia 24 de janeiro, o canal de notícias televisivo CNN Brasil anunciou a contratação da jornalista Luciene Kaxinawá, que iniciou em 2014 o curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo na faculdade UNIRON, para trabalhar como repórter correspondente da emissora. Segundo o canal, Luciene é a primeira indígena a fazer parte da equipe de trabalho da empresa norte-americana e, assim, a representar a Amazônia para vários países.

Com alegria e satisfação, o mais novo emprego é a resposta que ela tem pela dedicação em desenvolver boas experiências no mercado de trabalho e, além disso, pela formação acadêmica que os estudantes de comunicação recebem: “Passar pela faculdade é fundamental, pois através do conhecimento que adquirimos na teoria, podemos aplicar e adaptar na prática, escolher e focar naquilo que realmente queremos”, explica Luciene.

Kaxinawá iniciou a faculdade com 17 anos, e bem antes disso, já trabalhava como menor aprendiz em uma emissora de Porto Velho. No ano de 2017, no segundo semestre do curso de Jornalismo, começou a trabalhar na empresa Amazon Sat, atuando como repórter. Para ela, poder trabalhar com as várias possibilidades de atuação que a faculdade proporciona, é um meio de se tornar cada vez mais um excelente profissional nos tempos de hoje.

O mais incrível é que podemos conhecer e aprender as várias formas de jornalismo. Hoje em dia não dá para ser só repórter ou produtor, temos que saber de tudo um pouco”, comenta Luciene ao falar sobre sua formação na UNIRON.

A jornalista, de 23 anos, é também descendente da etnia indígena sul-americana Kaxinawás, uma tribo localizada na região de floresta tropical em que liga o país Peru e o estado do Acre, no Brasil. Ela também chegou a trabalhar na Rede Amazônica, onde realizou reportagens sobre os temas: meio ambiente e política, onde se destacou na cobertura dos conflitos ocorridos nas eleições presidenciais da Bolívia em 2019. Atualmente, ela está em São Paulo, onde realiza treinamentos e intercâmbios para exercer a função de correspondente da CNN Brasil na Amazônia.

Para a coordenadora do curso de Comunicação Social – Jornalismo e Publicidade e Propaganda, a indicação da aluna Luciene na CNN Brasil, mostra um papel importante da representatividade da nossa região, a fim de levar a informação da Amazônia para o Brasil e o mundo. “É motivo de orgulho. Ela, assim como todos os demais alunos, tem no curso a possibilidade de atuar em múltiplas áreas da comunicação. Existe espaço tanto para quem quer uma carreira na instituição pública ou privada, quanto para empreendedores que almejam o mercado para aplicarem um trabalho diferenciado”, comenta Maria Ângela de Lima.

 

FONTE: RONDONIAOVIVO