Reprodução/Instagram

Dois zoológicos comemoraram recentemente os nascimentos raros de pandas-gigantes gêmeos. No sábado (31/08/2019), um urso fêmea do zoológico de Berlim deu à luz dois filhotes, anunciou o parque nessa segunda-feira (02/09/2019). Outro caso havia sido registrado em 8 de agosto no zoológico Pairi Daiza, em Brugelette, na Bélgica. Equipes dos dois zoos vão acompanhar de perto a evolução deles.

Na Alemanha, os filhotes de Meng Meng nasceram com um intervalo de uma hora, após 147 dias de gestação. Em comunicado, o diretor do zoológico de Berlim, Andreas Knieriem, afirma que os dois pesam 186 e 136 gramas, e os sexos ainda não foram definidos. Eles são os únicos animais dessa espécie atualmente visíveis no país e o nascimento é o primeiro da Alemanha. Caso é uma exceção, já que apenas 30% das fêmeas de panda conseguem engravidar em cativeiro.

Eles estão sendo mantidos provisoriamente em uma incubadora por várias horas a cada dia para ajudar Meng Meng a lidar com a novidade, já que é comum a mãe abandonar um dos filhotes. Os bebês foram apresentados ao público pela chanceler Angela Merkel e pelo presidente chinês Xi Jinping. Meng Meng e seus filhotes, por enquanto, não serão visíveis ao público.

Como determina o acordo firmado entre Pequim e os países que recebem os animais, os filhotes devem ser enviados à China entre os três e quatro anos, no intuito de aumentar a preservação da espécie, ameaçada de extinção.

Meng Meng e o macho Jiao Qing vivem na capital alemã desde junho de 2017. Mesmo que os dois animais tenham acasalado, os veterinários inseminaram Meng Meng, para aumentar as chances de fertilização. O nascimentos dos gêmeos foi bastante comemorado pelo zoo, já que existem apenas 1.864 pandas gigantes adultos na natureza. “Cada bebê contribui para a preservação da espécie”, lembrou Knieriem.

Dois “camarões”
Na Bélgica, os veterinários chamaram os filhotes da ursa Hao Hao de “camarões”, por conta do tamanho pequeno e a cor avermelhada dos bichinhos. A gestação da panda-gigante foi considerada pelo Zoológico Pairi Daiza como “extremamente raro”. Eric Domb, presidente e fundador do Pairi Daiza, afirmou em comunicado que a instituição está “orgulhosa” dos novos integrantes.

Os filhotes de Hao Hao vieram ao mundo em 8 de agosto e foram batizados de Baby Boy e Baby Girl. O macho nasceu com 160 gramas, e a fêmea chegou duas horas depois, pesando 150 gramas. Da mesma forma que Meng Meng, equipes do zoo vão monitorar mãe e filhotes de perto. Os animais também se revezarão em incubadora, para alternar o tempo que passam com Hao Hao. Dessa forma, a mãe poderá cuidar dos dois, enquanto os tratadores vão poder observar sua evolução.

Hao Hao foi inseminada em abril. Antes dos gêmeos, ela já havia dado à luz um filhote em Pairi Daiza. Ela foi emprestada por 15 anos ao zoológico pela China. Em 2016, o status de conservação dos pandas-gigantes foi alterado de “ameaçado” para “vulnerável” pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

 

 

FONTE: Metrópoles