Ana Maria Vieira Santiago, de 57 anos, se candidatou a deputada pelo MDB-DF em 2014 e acabou presa por estelionato após se passar por vítima da tragédia de Brumadinho (MG). De acordo com o jornal O Tempo, ela declarou ter um terreno no Parque da Cachoeira, área atingida pelo rompimento da barragem da Vale, e conseguiu R$ 65 mil de doação.

A Polícia Civil informou ao jornal O Tempo que a ex-candidata foi presa em 18 de março. O juiz Rodrigo Heleno Chaves determinou que a liberdade provisória de Ana Maria só acontecerá quando ela devolver os R$ 65 mil, por meio de depósito.

Policiais contar que Ana diz ser agropecuária e afirmou ter um imóvel na área atingida pela barragem de rejeitos em Brumadinho. Com isso, ela conseguiu o dinheiro. Investigações mostram que ela chegou a convencer alguns moradores da região a dizerem que a conheciam e, por essa razão, eles foram indiciados por falsidade ideológica. A fraude foi descoberta quando identificaram que a ex-candidata mora no Distrito Federal.

 

FONTE: Isto é