Em meio ao tiroteio entre um policial militar à paisana e dois assaltantes que tinham acabado de roubar um estabelecimento comercial na Rua Buenos Aires, bairro Embratel, em Porto Velho (RO), o haitiano Gems Luiz S., 38, foi vítima de bala perdida no final da tarde de sexta-feira (10) na Rua Nicarágua com Avenida 7 de Setembro. Ele foi socorrido para o hospital João Paulo II, alvejado com um tiro nas costas e outro na mão esquerda.

O crime

Dois apenados, Eliton Souza Fernandes, 27, e Marcson G. M. C., 34, tinham sido liberados da Colônia Agrícola Penal com o benefício do Dia das Mães por volta das 10h da manhã da sexta-feira e no período da tarde já estavam com um revólver e uma motocicleta praticando roubo.

Após ameaçarem a dona do estabelecimento apontando inclusive a arma para a cabeça de um bebê (filho da vítima), os bandidos roubaram a quantia de R$ 4.750,00 e fugiram.

No entanto, foram seguidos pelo empresário, funcionários dele e um policial militar de folga que estava nas proximidades e se propôs a ajudar. Eles saíram em perseguição aos bandidos em uma caminhonete blindada do empresário.

Durante a troca de tiros, o haitiano que caminhava pela via acabou sendo baleado. Logo depois o apenado Eliton foi atingido com um tiro no rosto e morreu. Ele era o condutor da moto. Marcson que estava na garupa foi preso na sequência após fazer ainda uma criança de refém.

Segundo a polícia, o criminoso morto tinha passagens por roubo, furto e tráfico de drogas. Já Marcson foi condenado por crime de homicídio. “Paguei 14 anos direto no fechado do Urso Panda”, disse ele na Central de Flagrantes.

 

FONTE: Rondoniaovivo