“Os Jogos Escolares é um momento de valorização dos alunos, que tem no esporte um compromisso. Não é só disputar uma competição, o Joer permite ao aluno momentos de interação com outros alunos, de outras escolas e de outros municípios. É uma vivência que oportuniza novas experiências. São alunos de 50 escolas diferentes disputando esta fase regional em Cacoal”, destacou a coordenadora regional de Educação de Cacoal, Marlene Ceconi. Os horários dos jogos e os locais das disputas estão disponíveis nos boletins do Joer.

Durante a Fase Regional Centro, alunos das escolas públicas e privadas de Espigão D’Oeste, Parecis, Pimenta Bueno, Primavera de Rondônia, São Felipe D’Oeste, Ministro Andreazza e Cacoal disputam a chance de conquistar uma vaga para as fases estaduais do Joer. Em agosto, Cacoal sedia a Fase Estadual – Etapas Modalidades Coletivas e em outubro, o município de Vilhena recebe a Fase Estadual – Etapa Modalidades Individuais. A fase estadual da modalidade Paraolímpica acontece em Ji-Paraná, ainda neste mês.

Katrielly Piedade Cinta Larga, aluna da Escola Estadual Bernardo Guimarães, de Cacoal, foi a campeã estadual de natação em 2017, na categoria infantil. Agora, aos 15 anos, ele passa para a categoria Juvenil e pretende conquistar mais uma vez o título estadual e a oportunidade de representar Rondônia nos jogos nacionais. “Já faz oito anos que prático a natação. Comecei pela saúde, mas como tive a oportunidade de disputar o Joer, eu aproveitei e me dedico cada vez mais. Ano passado eu pude representar Rondônia em Curitiba, na etapa nacional e isso me deixou muito feliz. É uma chance enorme de nós, estudantes, nos destacarmos no esporte e viver grandes experiências”, enfatizou a atleta.

Do Joer para o mundo

Um grande exemplo para a fala da aluna Katrielly Cinta-Larga é a judoca cacolaense Amanda Arraes, que participou da abertura da Fase Regional carregando a tocha olímpica. Hoje, com 18 anos de idade, Amanda iniciou sua carreira como judoca nos Jogos Escolares de Rondônia, representando a Escola Estadual Paulo Freire. O Joer foi o início das conquistas de Amanda, que nesta semana se prepara para representar o Brasil na Alemanha.
“Iniciei no judô há 10 anos e minhas primeiras competições foram no Joer. Tive a oportunidade de representar o meu estado de Rondônia na fase nacional e fui bi-campeã dos Jogos Escolares Brasileiro”, relembra a judoca. Mas não é só isso. Amanda Arraes tem colecionado títulos e a lista é grande. Para se ter uma ideia, apenas neste ano de 2018, a judoca rondoniense já foi campeã da 1ª etapa do Circuito Europeu, na Alemanha, conquistou a 2ª etapa na Áustria, foi ouro no Sul-Americano e bronze no Pan-America (sub-18 e sub-21), disputados na Argentina.

Amanda, que luta pelo peso até 44kg, embarca para a Alemanha nesta quarta-feira (25) onde disputará a terceira etapa do Circuito Europeu de Judô. Depois disso, a atleta já está de passagem marcada para disputar em outubro o Campeonato Mundial de Judô – sub-21, em Nassau, nas Bahamas. Nesta jovem trajetória, Amanda não só acumula títulos e medalhas, mas traz na bagagem uma lista de países visitados e grandes experiências profissionais e pessoais. “O Joer foi um dos degraus para a minha carreira como atleta. Comecei representando a minha escola, depois foi a minha cidade, o meu estado e hoje tenho a oportunidade de representar o meu país nas competições mundiais, pelos diversos cantos do planeta”, celebra.

Fonte: Assessoria