FOTO: Divulgação

O ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa Maurão de Carvalho (MDB) foi condenado nesta segunda-feira a 14 anos e 7 meses de prisão, inicialmente em regime fechado pelos crimes de lavagem de dinheiro, peculato e formação de quadrilha na Ação Penal 000364.37.2010.822.0000 movida pelo Ministério Público do Estado.

Com essa sentença, Maurão é o 5º ex-presidente do legislativo rondoniense a ser condenado à prisão. Antes dele foram Marcos Donadon (que cumpre domiciliar), Natanael José da Silva (tornozeleira eletrônica), Valter Araújo (regime aberto) e Carlão de Oliveira (foragido). Todos por crimes de corrupção.

O Tribunal de Justiça deve publicar o acórdão da condenação de Maurão, que foi julgado pelo Pleno da Corte. Após a publicação, a defesa deve entrar com embargos declaratórios, mas toda essa tramitação não deve se estender por muito tempo. A previsão é que o ex-deputado comece a cumprir a sentença até agosto.

Maurão de Carvalho foi candidato ao governo nas eleições do ano passado, ficando na terceira colocação. Ele foi parlamentar por cinco mandatos consecutivos.

 

FONTE:  PAINEL POLITICO