Menino de 9 anos mata colega de 12 anos a paulada após ser chamado de “caolho” e “galo cego”

O garoto Daniel Rodrigues da Silva, de 12 anos, morador no bairro do Cidade Nova 2, em Várzea Paulista, foi morto com golpe de paulada na cabeça. Ele estava em um grupo de crianças e o autor seria um coleguinha de 9 anos, que sofria bulling.

De acordo com as crianças que estavam em um balanço, próximo da casa da vítima, Daniel teria chamado o autor de “galo cego” e “caolho”.

O delegado de Várzea Paulista, Marcel Fehr, disse ao “Jornal da Região” que vai colher depoimento das crianças envolvidas no caso, para apurar melhor os fatos.

As crianças que testemunharam tudo foram liberadas para ficar sob a guarda dos pais, até a conclusão das investigações. O caso será encaminhado para a Justiça da cidade.

No grupo que acompanhou tudo estão três garotos e uma menina.

Daniel chegou a ser socorrido até o Hospital Universitário de Jundiaí, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O seu corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí, para ser necropsiado e deverá ser liberado à tarde para sepultamento no cemitério de Várzea Paulista