© Divulgação / Polícia Militar

Um adolescente, de 16 anos, foi detido suspeito de arrastar um cachorro que estava amarrado a uma moto, durante a tarde de sexta-feira (15), em Jataí-GO, no sudoeste goiano. Em depoimento, ele disse que arrastou o animal para receber R$ 3. Antes da agressão, o cachorro também teria sido envenenado, segundo informações do boletim de ocorrência.

Um homem de 32 anos também estava junto com o adolescente. Ele afirmou ser o dono do cachorro e confirmou ter participado do momento em que o animal foi arrastado, mas negou, em depoimento, tê-lo envenenado.

Um motorista do caminhão de coleta de lixo da cidade foi quem viu a cena de agressão e acionou uma equipe da PM.

Ao chegarem ao local indicado, os policiais flagraram o suposto dono do cão e o adolescente abandonando o animal com vários ferimentos em uma estrada vicinal.

Junto com o adolescente também foi encontrada uma porção da maconha, que ele afirmou ser para consumo próprio.

Os dois envolvidos foram levados à delegacia. Eles já possuíam passagens pela polícia por outros crimes e agora devem responder pelo crime de maus tratos a animais. O adolescente também pode ser acusado por posse de drogas para consumo pessoal.

De acordo com o tenente-coronel Alexandre dos Santos e Silva, o cachorro foi resgatado e entregue a uma Organização Não Governamental (ONG) de proteção aos animais, que o encaminhou a uma clínica veterinária para ser tratado. Durante o atendimento, foi averiguado que o cão teria sido envenenado antes da agressão.

G1 tentou contato com a clínica veterinária para obter mais informações sobre o estado de saúde do cão, mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta matéria.

FONTE: G1 Goiás