calçadaEm busca do sonho da casa própria, dezenas de pessoas se aglomeram em barracas na Rua Euclides da Cunha, no Centro de Porto Velho, desde o último sábado, para garantir uma senha de atendimento para o cadastro do programa Minha Casa Minha Vida, que começa a ser realizado a partir desta terça-feira, dia 30.

Para ser uma das primeiras pessoas a ser atendida, a dona de casa Bruna Daniele, de 23 anos, foi para fila ainda na manhã de sábado. Ao chegar lá, já encontrou pelo menos 10 pessoas a sua frente. “Vim porque fiquei com medo de não conseguir pegar uma senha. Como essa vai ser a segunda vez que vou participar, tenho fé que vou conseguir essa casa”, acredita a dona de casa que mora com os dois filhos e o marido em uma casa alugada.

Aos 62 anos, a dona de casa Maria de Fátima não perdeu a esperança de conquistar a casa própria e está ansiosa por fazer o cadastro. Tanto que conseguiu uma barraca para acampar e não ficar ao relento desde a manhã de domingo, quando chegou à Rua Euclides da Cunha. “Eu já sabia desse programa, mas só agora resolvi participar da seleção. Moro com minha filha faz tempo e agora quero morar sozinha. Estou muito confiante e só saio daqui depois que eu estiver inscrita”, enfatiza a dona de casa.

Por outro lado, Caroline Vasconcelos, de 20 anos, levou até o filho pequeno para a fila com medo de não conseguir a senha para o atendimento. “É a primeira vez que vou fazer meu cadastro. Estou morando com meu sogro, de favor, e essa é a chance de eu ter a minha casa própria”, diz confiante a jovem.

No local, junto com as três donas de casa, outras dezenas de pessoas também dividem o espaço e o sonho de ter a casa própria. No entanto, a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seas), um representante do órgão foi ao local para verificar a aglomeração das pessoas e, segundo a assessoria de comunicação, mesmo explicando que não há necessidade de permanecer no local, as pessoas insistem em ficar.

Ainda segundo a Seas, responsável por organizar o cadastro, serão distribuídas 750 senhas gerais e 250 senhas prioritárias diariamente no portão do Bingool Clube. Em seguida, eles serão levados para tendas para tirar dúvidas. Até a sala de cadastro, haverá outros dois postos: pré-triagem e triagem. Neles, será conferido se toda a documentação está completa e correta. A Seas afirma que o cadastramento não é garantia de um imóvel aos inscritos, mas funcionará como pré-seleção para os condomínios Morar Melhor, que tem 2.512 imóveis; e Cidade de Todos II, com 240 imóveis.

O atendimento começa na terça-feira e segue até dia 8 de setembro, das 8 horas às 16 horas. No sábado, domingo e feriado de 7 de setembro, o serviço funcionará até as 14 horas.

RONDONIAGORA