O Ministério Público do Estado de Rondônia deflagrou na manhã de quarta-feira, 19 de dezembro, a Operação Hathor, resultado de investigações, conduzidas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), que apontaram a existência de irregularidades e possíveis crimes contra a Administração Pública, praticados no âmbito da Companhia de Mineração de Rondônia.

Em cumprimento a ordens judiciais requeridas pelo GAECO, foram efetivadas medidas cautelares criminais na sede e na unidade administrativa da referida empresa estatal, com o objetivo de arrecadar materiais a fim de comprovar possíveis crimes contra a Administração Pública.

O nome da operação foi inspirado na mitologia egípcia, sendo Hathor a deusa padroeira dos mineradores.

Fonte: Assessoria