Monges franciscanos colocam Menino Jesus em cama de projéteis

Trata-se de uma homenagem aos cerca de 445 sacerdotes católicos, freiras, monges e professores de religião mortos desde 2000 por defenderem a sua fé

Uma imagem do Menino Jesus numa cama de projéteis chocou os fiéis. A montagem é uma provocação feita por monges franciscanos de Assis, na Itália. O intuito dos religiosos foi chamar a atenção das pessoas para os sofredores e para a necessidade de paz. Todos os anos, eles criam uma cena diferente, que é exposta do lado de fora da Basílica de São Francisco.

Como conta ‘O Globo’, a cama do Menino Jesus foi feita com 445 projéteis e trata-se de uma homenagem aos cerca de 445 sacerdotes católicos, freiras, monges e professores de religião leigos mortos no mundo, desde 2000, por defenderem a sua fé.

“Pessoas de paz, pessoas de diálogo são mortas, torturadas e massacradas porque querem mudar os sistemas injustos em muitas sociedades”, explicou o padre Enzo Fortunato.

Já é tradição: todos os anos, os monges escolhem um tema para as comemorações do Natal. No ano passado, foi construído um cenário com pedras da Basílica de São Bento em Norcia, também na região da Úmbria, que sofreu com uma série de terremotos que mataram cerca de 300 pessoas.