Mulher é presa tentando comprar passagem com cartão clonado e documentos falsos

Mulher é presa tentando comprar passagem com cartão clonado e documentos falsosUma mulher de 28 anos, identificada como Josiane M. A., foi presa tentando comprar uma passagem aérea no valor de quase R$ 5 mil com documentos falsos e cartão de crédito clonado. O caso aconteceu em uma agência de turismo localizada na região central de Porto Velho.

De acordo com a Polícia Militar (PM), quando a guarnição do 1º BPM chegou ao local, a gerente da agência informou que a mulher estava com uma identidade em nome de Edinéia Nazaré Aparecida Nogueira Nunes e cartão no mesmo nome. No entanto, ao consultar na operadora do cartão foram constatadas irregularidades. O banco impresso no cartão seria o Bradesco, mas o número seria do Itaú. Com a divergência, a gerente fez mais pesquisas e percebeu irregularidades também no RG e CNH e acionou a polícia.

A gerente contou ainda que viu conversas no celular da mulher com outras duas pessoas que já compraram passagens com cartões clonados e causaram um prejuízo de cerca de R$ 15 mil.

A PM deu voz de prisão para a mulher e a conduziu para a Central de Flagrantes. A Polícia Civil vai investigar se o crime foi isolado ou se ela pertence a uma quadrilha especializada.

O tenente coronel da PM Alcântara pede aos comerciantes e a população que atentem quanto ao uso dos meios eletrônicos, e o próprio cartão de crédito, seguindo as medidas de segurança informadas por suas operadoras e bancos. Esclarece ainda que quando desconfiar de golpe ou fraude entrar em contato imediatamente com a Central de Relacionamento da sua operadora ou banco (no verso do cartão tem o número) para o bloqueio do cartão e procurar uma delegacia mais próxima para registro de ocorrência policial. Em caso de emergência ligar para o 190.