Nunca foi comprovada a existência de dragões, gigantescos seres mitológicos que impressionam muitos e são usados em muitos produtos da ficção, que geralmente fazem muito sucesso. Uma mulher norte-americana gosta tanto desse ser que quer ter a sua aparência. Poderia ser mais uma daquelas fake news sem pé, nem cabeça, mas simplesmente não é. Aos 55 anos, a transgênero Eva Tiamat Baphomet Medusa, decidiu que ia passar por cirurgia e ia pintar o corpo para que ficasse igual, ou ao menos parecida, com o grande ser mitológico, encontrado por primeiros nas histórias dos países asiáticos.

Para conseguir alcançar o seu objetivo, Eva passou por procedimentos realmente dolorosos, mas claro, tudo por escolha própria. Entre as mudanças radicais em suas características, além da pintura que foi feita por todo o seu rosto, a mulher ainda pintou os olhos com um verde brilhante, o mesmo usado para representar os olhos de um dragão em seriados ou filmes. Vale contar que apenas esse procedimento é de extremo perigo, tendo o registro de que há pessoas que lutam para não perder a visão após erro em colorir o globo ocular.

No entanto, o mais impressionante feito por Eva, e que deve ter sido muito doloroso, foi a retirada das orelhas e de pedaço do nariz. A trans decidiu que deveria remover as partes para a aparência ficar mais arredondada, já que dragões não possuem orelhas e o nariz é quase como um focinho.

Internautas encontraram o perfil da transgênero em redes de relacionamento, onde ela garante que é sapiosexual e satanista. Como pode ser visto nas fotografias de Eva, ela ainda conta com chifres, dentes cerrados e língua bifurcada, que apesar de parecer incomum, é um dos primeiros procedimentos feitos por quem gosta de modificações corporais.

Apesar de ser muito questionada sobre a modificação extrema, Eva tenta ser um símbolo para aqueles que gostam das transformações.