Durante muito tempo eu, o Professor Nazareno, fui injustamente chamado de inimigo de Rondônia e de sua gente. Não nasci aqui nem sou “rondoniense de coração” e também nunca quis e nem quero ser. O fato de eu propagar aos quatro cantos do mundo os defeitos, as péssimas administrações, as falhas e as deficiências deste lugar me fizeram o inimigo público numero um. Porém, aos poucos está se percebendo quem de fato são os verdadeiros inimigos e vilões de Rondônia. E eles não estão ocultos, nunca estiveram. Com o “assalto” nas contas de energia sobre o humilde povo começa-se a perceber a verdadeira índole malévola de quem realmente nunca gostou deste infeliz lugar. A Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica e todo o desgoverno da Dilma Rousseff e do Michel Temer também concorrem para serem inimigos daqui.

Inimigos de Rondônia são muitos dos políticos locais. Quase todos eles, que recebem “de mão beijada” o voto dos otários eleitores e nada fazem pelos mais humildes e necessitados. A Energisa “vai encher o rabo” de ganhar dinheiro dos “índios” com este aumento imoral e indecente, mas ganhou em leilão a empresa de energia elétrica com a conivência da classe política. Os deputados estaduais, desta e de outras legislaturas, são inimigos de Rondônia, pois nada fizeram para impedir a hecatombe que se aproxima. Além do mais, os deputados estaduais sempre mancharam a imagem e o nome de Rondônia em nível de Brasil. Inimigos de Rondônia são os três senadores do Estado. Um está preso, outro está condenado cumprido pena e o terceiro pode se “ferrar” a qualquer momento, já que está mais sujo do que “pau de galinheiro”.

Inimigos de fato de Rondônia são todos os ex-governadores que permitiram e ainda permitem a existência de um “açougue” como o João Paulo Segundo de Porto Velho. Inimigos deste Estado e também de sua imunda e suja capital são todos os prefeitos, do primeiro ao último, que nunca administraram bem a cidade pensando no povo. Porto Velho é um lixo, uma podridão, uma currutela fedida que nunca se pareceu com uma capital de verdade. Muitos dos vereadores de Porto Velho são coniventes com as péssimas administrações que sempre destruíram a já maltratada cidade. Inimigo de Rondônia será o futuro presidente Jair Bolsonaro se insistir em doar o patrimônio deste Estado para a iniciativa privada. Assim como também será nosso inimigo o futuro governador Coronel Marcos Rocha se nada fizer por Rondônia na sua administração.

Inimigas de Rondônia são as hidrelétricas do rio Madeira, que além de serem suspeitas pela enchente histórica de 2014, nada fazem em prol do progresso regional e, além disso, estupraram o nosso meio ambiente para mandar energia boa e barata para o resto do país. A TV Rondônia, afiliada de Rede Globo de Televisão, enquanto transmitir programas com atraso durante o horário de verão também não será considerada amiga deste Estado. O PT é outro dos inimigos de Rondônia, pois foi o maior responsável pelos famigerados viadutos da cidade. Inimigo daqui é quem fez a ponte escura do rio Madeira e nunca se preocupou com o saneamento básico e a água tratada da pior capital do país em IDH. Enfim, devia ser declarado inimigo de Rondônia quem não participar domingo do repúdio contra o “assalto” da Aneel e da Energisa contra os rondonienses. Inimigo é quem fez o Espaço Alternativo. Tirem a máscara, pois eu não fiz nada disso!

*É Professor em Porto Velho
http://blogdotionaza.blogspot.com