Cuspiram na nossa cara…
Os deputados federais deram uma banana e cuspiram na cara de 2,4 milhões brasileiros na madrugada de terça para quarta feira. Pegaram as assinaturas que exigiam as 10 medidas anticorrupção negociadas e aprovadas na terça feira e jogaram na lata do lixo. E por puro revanchismo, aprovaram o crime de responsabilidade para juízes, procuradores e promotores. A classe política que nos envergonha não me representa.
…afrontaram a Justiça
Numa afronta revanchista e clara provocação, estão enterrando a “Operação Lava Jato” e outras operações de combate à corrupção. Com essa medida, nem precisava criminalizar o caixa 2. A Justiça, poder independente, teve seu território invadido e os seus membros ficaram com as mãos amarradas. Bem ao gosto de Renan Calheiro, Romero Jucá, Padilha, Moreira Franco e tantos outros vampiros do sangue do povo. Estancar a sangria.
São traidores da pátria…
Essa gente não está nem aí para o Brasil e seus 23 milhões de desempregados, subempregados e desistentes de buscar emprego como apurou o IBGE. Não têm vergonha, pudor, respeito pelo cidadão que, morrendo de fome, os sustenta com todos os vícios e privilégios. São traidores da pátria açodando o povo para uma luta fraticida.
…vire a bunda pra eles
Quando encontrar o deputado em quem você votou, não se humilhe nem vá lamber suas botas. Ao contrário, vire a bunda pra ele e jogue bosta na geni. É isso que merecem até o dia da eleição. Aí, nesse dia, vamos expurga-los de vez. Essa revolução é nossa. É nós que temos de fazer essa limpeza. E nada de consideração com quem não nos respeita.
Não respeitam o povo…
O presidente Temer não pode baixar a cabeça para os traidores do povo em nome do reajuste fiscal. Se não tomar cuidado, eles o arrastarão no lamaçal que está rolando ladeira abaixo. O que essa gente votou na calada noite é uma indignidade que não pode contar com o Palácio do Planalto. Eles estão contra o povo. E o povo está contra eles. Vamos ver quem ganha?
… vamos extirpar o cancro
Essa crise moral e ética da classe política e de parte da elite empresarial brasileira, atingiu patamares inaceitáveis. Disseminou-se do Congresso Nacional às câmaras municipais de vereadores. É só ver o que aconteceu em Vilhena, Cacoal, Rolim de Moura, para exemplificar. Ou extirpamos esses cancros que nos corrói ou o Brasil não sai do buraco.

Osmar Silva – jornalista – presidente da Associação de Imprensa de Rondônia – AIRON – sr.osmarsilva@gmail.com