Foto: PMMT

Policiais da 10ª Companhia de Polícia Militar de Aripuanã (1.000 km de Cuiabá) prenderam na tarde de quarta-feira (5) dois suspeitos e com eles 6,5 quilos de ouro avaliados em R$ 7 milhões (cotação do grama é de R$ 164,43), além de duas pistolas (9mm e 635) com seus respectivos carregadores e 27 munições intactas.

A ação aconteceu no aeroporto do município, na zona rural. Uma equipe da PM fazia rondas pelo local quando avistou uma aeronave de pequeno porte pousando e logo em seguida levantando vôo novamente, sem que ninguém descesse.

Próximo da área de pouso havia uma caminhonete Hilux de cor preta com dois homens do lado de fora, próximos ao veículo. Os policiais suspeitaram da situação e decidiram abordá-los.

Dentro do carro, em uma caixa de papelão, estava o ouro, precisamente 6 quilos e 570 gramas. Um suspeito de 34 anos, que tinha uma das pistolas no bolso, confessou ser o dono do ouro. Ele disse que estava aguardando a aeronave que levaria o ouro, mas não fez referência a que havia pousado minutos antes e levantado vôo.

A outra arma, também pistola, estava no carro. O outro suspeito, de 33 anos, também foi detido, mas não portava nada de ilícito. O “dono do ouro” disse ser proprietário de um moinho (equipamento que faz a moagem da pedras e separação do ouro) dentro de um garimpo na região, mas admitiu não ter nota fiscal do metal e nem registro das armas.

Os dois foram conduzidos à Delegacia de Polícia e podem responder por crimes como porte ilegal de arma de fogo e de ordem econômica (Lei Nº 8.176/91), entre outros.

Foto: PMMT

FONTE: O Livre