Por asfalto, moradores do Lagoinha bloqueiam Avenida Raimundo Cantuária; fotos

Um grupo de moradores do Bairro Lagoinha fechou a Avenida Raimundo Cantuária, via principal que de acesso ao centro de Porto Velho, no fim da manhã desta terça-feira (18), em protesto às obras inacabadas no bairro. Os manifestantes atearam fogo em pneus e madeiras para impedir a passagem de veículos no local e exigem a prometida pavimentação asfáltica nas ruas Cascavel e da Paz.

A dona de Casa Alicia de Andrade, de 26 anos, mora no bairro há pouco tempo, e reclama do abandono. “Eu moro aqui há poucos meses, mas antes das obras serem iniciadas, essa rua não era assim, depois que mexeram crianças já se machucaram, a gente pede que as autoridades resolvam nosso problema”, disse a moradora.

“Depois que começou a chuva, essa rua ficou intransitável, a gente não consegue passar aqui quando chove, é muita lama, e água nas canelas, pelo amor de Deus, aguem tem que vim ajudar a gente, desse jeito fica difícil de viver”, pediu o eletricista Cleomens da Silva, de 25 anos.

O borracheiro Jose da Silva, de 46 anos, conta que já faz 25 dias que a rua está abandonada. “Está muito difícil conviver com muita lama, quando chove. Se a gente quiser sair de casa, tem que estar ciente de que vai se atolar nesse lamaçal que fica a rua. Já fomos em busca de resposta, mas o que eles falam é que não tem dinheiro para continuar a obra. É responsabilidade deles, eles têm que se virar, por que nós queremos solução, só isso”, reclamou o borracheiro.

18102016-153550-protesto whatsapp-image-2016-10-18-at-14-58-23 whatsapp-image-2016-10-18-at-14-58-24 whatsapp-image-2016-10-18-at-14-58-25