Prazo para saques de contas inativas do FGTS não será estendido

aso o saque não seja feito, a pessoa terá que respeitar as situações previstas em lei

Se você é um das pessoas que vão sacar o dinheiro guardado nas contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) tem que ficar ligado para não perder o prazo para efetuar o serviço. Após o dia 31 de julho, quem não conseguir realizar o saque, ficará impossibilitado de receber a tão esperada quantia.

“A Medida Provisória é clara: para o pagamento simplificado nestas duas condições – pedido de demissão ou demissão por justa causa -, o trabalhador tem que sacar o recurso até 31 de julho deste ano”, disse Valter Nunes, diretor-executivo da Caixa.

Ele ainda ressaltou que, caso o usuário se esqueça de fazer o saque, ele só poderá ser realizado nas situações previstas em lei, como, por exemplo, aposentadoria e após a conta do FGTS permanecer sem movimentação por três anos ininterruptos.