Pré-candidatura de Pimentel ganha dimensão suprapartidária

Avançando nos estágios preparatórios para a convenção marcada para o próximo dia 24, a partir das 9h, na Talismã 21, o diretório municipal do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) em Porto Velho recepcionou na manhã deste sábado, 9, líderes e militantes do Partido Republicano Brasileiro (PRB), Partido Social Liberal (PSL), Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) e Partido Ecológico Nacional (PEN), que manifestaram seu apoio ao pré-candidato a prefeito Williames Pimentel.

O encontro teve como ponto forte a valorização de pontos comuns nos programas partidários, os quais constituirão a base do programa de governo para os próximos quatro anos em Porto Velho. “Meu propósito é de ser um operário, um cuidador da minha cidade; eu fui talhado para o trabalho”, afirmou Pimentel em seu pronunciamento, acrescentando que “não cabe mais política de demogogia” e “não se governa mais enclausurado”. O diálogo permanente e a presença nas ruas foram enfatizados por ele.

Falando em nome do governador Confúcio Moura, o chefe da Casa Civil, Emerson Castro reiterou as palavras de Pimentel, afirmando que “é conversando que se faz política”. Emerson deu boas vindas aos demais partidos, dizendo: “Esse dia é de muita festa, nós vamos mostrar que o PMDB tem um projeto para o todo o povo; e muito amor a Porto Velho”.

Emerson foi enfático quanto à necessidade de mudança na administração municipal: “Não tenho dúvida que você Pimentel será nosso futuro prefeito de Porto Velho. Não podemos deixar Porto Velho continuar nas mãos da incompetência.” Nessa mesma linha de que é preciso melhorar tecnicamente a gestão municipal, falou o deputado estadual Maurão de Carvalho: “Porto Velho precisa de um homem preparado e de pulso e acredite, Pimentel, que você terá o apoio da maioria dos deputados na Assembleia Legislativa.”

O deputado federal Lindomar Garçon, do PRB, assim jusitificou seu apoio a Pimentel: “Vamos juntos somar em defesa da Capital. Precisamos melhorar nossa cidade.” Garçon afirmou, ainda, que não só pedirá votos para Pimentel como o apoiará em seu mandato de prefeito: “Deixo meu projeto pessoal de ser candidato para permanecer em Brasília, onde estarei buscando recursos para que o Pimentel faça em Porto Velho um trabalho à altura do que o nosso povo merece.

O senador Valdir Raupp definiu o encontro como “um marco divisor da pré-candidatura de Pimentel”. Segundo ele, a união de quatro partidos anuncia que, com certeza, outros mais virão. “Essa caminhada precisa de alianças; acredito que a formalização da candidatura de Pimentel terá em torno de oito partidos o apoiando”, finalizou Raupp.

De acordo com o presidente municipal da legenda, Leandro Low, a proposta é juntos construírem um projeto político e avaliarem nomes que possam ser lançados a vice-prefeito da capital na chapa. Está confirmado a nominata com 32 candidatos a vereador, dos quais 10 são mulheres e quanto ao vice, há consenso no partido para que seja escolhido uma liderança política de outra legenda.