Prefeitura diz que obras inacabadas ficam para próxima gestão

19102016-161403-pref_poA Prefeitura de Porto Velho admitiu a incompetência nesta quarta-feira e jogou para a próxima gestão na capital a conclusão de obras de pavimentação asfáltica e drenagem de bairros na Zona Leste da cidade.

De acordo com Secretaria de Obras de Porto Velho (Semob) a gestão atual não irá conseguir finalizar os trabalhos e a alegação é a falta de manilhas.

 Desde o início da semana vários protestos estão sendo realizados em Porto Velho, principalmente pelos moradores do Bairro Lagoinha, que bloquearam as avenidas Raimundo Cantuária e Alexandre Guimarães. Mas há manifestações também na Raimundo Cantuária, no Tancredo Neves. Moradores do Bairro Cohab, na Zona Sul de Porto também reclamaram de obras abandonadas.

 Segundo o titular da Semob, Ricardo Fávaro, as obras foram paralisadas por porque a empresa contratada não conseguiu atender a demanda de manilha. “A empresa que venceu a licitação da Prefeitura para fornecer as manilhas, não deu conta de entregar a quantidade necessária para atender a demanda dos bairros, e agora estamos contratando outra empresa para tentar resolver esse problema”, disse.

 Ainda de acordo com Fávaro, para tentar minimizar a situação, a Prefeitura irá encaminhar equipes com maquinário até o final da próxima semana, para que seja feita o encascalhamento de ruas. O secretário afirmou também que as valas abertas irão continuar da mesma forma até a próxima gestão assumir. Elas serão apenas sinalizadas.

pref_po2