Promoção de ensino de qualidade através da tecnologia aos locais de difícil acesso, uso de ferramentas digitais para destravar atividades do agronegócio, desburocratização do processo de licenciamento ambiental e compromisso com políticas públicas para crianças e adolescentes através do Selo Unicef, são algumas das conquistas de Rondônia pontuadas na manhã desta segunda-feira (17) no balanço positivo de prestação de contas 2018.

Através de convênio entre a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e municípios, o licenciamento ambiental de empreendimento de baixo impacto é feito em 20 municípios e deve, gradativamente, abranger a todos os 52. Rondônia está entre os três estados com maior índice de cobertura de vacina humana; implantou recentemente o GTA Eletrônico com serviços mais completos através de uma ação conjunta entre a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) e a Junta Comercial de Rondônia (Jucer). Tem a Junta Comercial presente em 100% dos municípios e é considerada a mais ágil do Brasil. Também tem avançado no comércio internacional, inclusive ampliou a exportação ao Peru.

No dia 2 de agosto, o Estado teve que lidar com o retorno do pagamento da dívida bilionária do extinto Banco do Estado de Rondônia (Beron) dando início a diversas frentes de trabalhos estratégicas para amenizar os impactos na economia rondoniense e manter o feito de ser um dos poucos estados da federação a atravessar a crise com equilíbrio fiscal. A princípio, conseguiu o prolongamento da dívida, mas ainda era preciso resolver como quitar R$ 126 milhões que a União exigia. Esse último obstáculo foi superado na quinta-feira (13), quando o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, determinou na Ação Cautelar (AC) 3637, o parcelamento desse valor em 24 meses. Com mais essa conquista, o governador Daniel Pereira anunciou hoje que pelo segundo mês consecutivo o pagamento dos servidores será adiantado. ”O salário estará na conta dos senhores servidores amanhã (18)”.

DESAFIOS

A reunião realizada no auditório Jerônimo Santana, no Palácio Rio Madeira, com a presença de superintendentes, secretários, chefes de autarquias e o governador também apontou os novos desafios que Rondônia terá pela frente como colocar em funcionamento mais dois hospitais, o de Guajará-Mirim e Ariquemes, além de aumentar o repasse para que o Hospital do Amor posso fortalecer o atendimento a pacientes em tratamento de câncer.

Também se projeta a geração de emprego e renda através da implantação de câmaras frias para exportação de carne pelo porto público de Porto Velho, a transposição de mais servidores para o quadro da União e a modernização de órgãos e secretárias para abolir o uso de papel no serviço público.

Rondônia também está na iminência de fazer parte do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Agropecuária (Sisbi), o que equivale a inspeção estadual à nacional e permite a comercialização em todo território brasileiro. Há ainda um projeto que está sendo desenvolvido pelo Instituto de Identificação Civil e Criminal (IICC) para colocar o Estado entre os três melhores estados em termo de resultado, agilidade e segurança, melhorar índices de cidadania e avançar no combate ao crime.

O prazo para a finalização da prestação de contas deste ano é até 30 de novembro.

Fonte: Assessoria