Foto: Divulgação/Cimi Regional Norte I

Entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020, seis crianças indígenas morreram em Atalaia do Norte, no Amazonas. A suspeita é de que eles tenham consumido água contaminada.

O Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) do Vale do Javari investiga a possível contaminação. Parte das crianças pertence à etnia kanamary e estava morando em pequenas embarcações onde aguardavam para receber benefícios sociais e retornar às aldeias com as famílias.

Funcionários da Defesa Civil e da Secretaria Municipal de Limpeza intensificaram a coleta do lixo acumulado na marge do Rio Javari. A Fundação Nacional do Índio (Funai) passou a disponibilizar água potável para os indígenas na sede do órgão.

FONTE: JORNAL DE BRASILIA