Para comemorar duas décadas de trajetória, o Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia, juntamente aos Correios, realizou o lançamento do selo postal comemorativo aos 20 anos de emancipação da corporação, nesta quinta-feira (2), no auditório do Comando Geral do Corpo de Bombeiros.

Em 20 anos de emancipação, a corporação apresenta crescente evolução na atuação, diante o quadro funcional e efetivo, treinamentos, materiais, frotas de veículos e capacitações que a tornam referência militar em todo o Brasil. Como uma das maneiras de celebrar, o selo postal personalizado é uma peça filatélica que possui real valor de corte, assim quando usada para postagens de correspondências, divulgará sua imagem em todas as partes do mundo eternizando a data. O selo também figurado como peça de coleção atrai colecionadores de todo o Brasil. Segundo a Direção de Comunicação do Corpo de Bombeiros, recentemente um filetelista do Distrito Federal entrou em contato com a corporação, ao saber do lançamento do selo, para adquirir a peça histórica.

O selo é composto em sua imagem de um brasão da corporação que incorpora o símbolo alfanumérico alusivo aos 20 anos da emancipação. A cor dourada remete à prosperidade e nobreza, o vermelho é cor de referência dos bombeiros militares, o circulo que traz o nome da corporação expressa continuidade, totalidade e modernidade, e o movimento que se estende à bandeira do Estado de Rondônia, com os dizeres “Uma trajetória de vitórias”, sintetiza o legado do Corpo de Bombeiros Militar do Estado.

A emancipação

O ano de 1998 marca o início da caminhada do CBMRO para sua consolidação como Corporação. Prevista desde a Constituição Federal, promulgada em 1988 (Lei n.º 778, de 18 março), a desvinculação do Corpo de Bombeiros só aconteceu dez anos depois. A Segurança Pública de Rondônia passou a contar com mais uma força auxiliar, além das Polícias Civil e Militar.

O CBMRO deixou de ser uma seção e a sua almejada implantação administrativo-operacional aconteceu em 1º de julho, comemorada no Dia Nacional do Soldado do Fogo, em 02 de julho. A expedição do Decreto n.º 8293, de 13 de abril de 1998, ativou o Comando Geral.

Fonte: Assessoria