SINJUR-RO: Nova diretoria é empossada em solenidade realizada no primeiro dia de 2018

Um trabalho pautado na sobriedade e na transparência, assim deve ser a gestão da nova diretoria do Sinjur (entidade sindical que representa os trabalhadores do Poder Judiciário estadual), eleita para o triênio 2018/2020, que foi empossada nesta segunda-feira (1º), durante solenidade realizada no auditório do sindicato, em Porto Velho.

A presidente da entidade, Gislaine Magalhães Caldeira, fez um discurso sucinto e cheio de positivismo, destacando as lutas que já enfrentou para poder chegar onde está. “Tenho plena certeza de que não cheguei aqui por acaso”, comentou, aludindo aos desafios que, junto aos demais diretores, devem encarar na luta pelos direitos dos trabalhadores do Judiciário Estadual.

Espiritualizada e cristã defensora, Gislaine atribuiu a Deus a força que a fez vencer os desafios e rogou a Ele para que possa ter sucesso nas ações que devem encampadas em favor da categoria que agora representa.

O ex-presidente do Sinjur, Francisco Roque, também discursou, dando as boas vindas e desejando sorte aos novos diretores. Ele destacou as ações ganhas durantes sua gestão e agradeceu aos parceiros que contribuíram para os sucessos de sua gestão. “Saio com o sentimento de dever cumprido”, acentuou.

José Marinaldo de Lima Barros, presidente da Comissão Eleitoral, presidiu a solenidade e oficializou o termo de posse que foi assinado por todos os diretores eleitos. Além de José Marinaldo, a mesa de honra foi composta pela nova presidente do Sinjur, Gislaine Magalhães, pelo ex-presidente Francisco Roque, pelo presidente da Associação Amigos, Antoninho Santana, e pelo diretor sócio assistencial do Sinjur, Amauri Koike, que representou os servidores das Comarcas do interior do estado.