RONDÔNIA – Meu nome é Ignácio Reis, mas todos me chamam de “Ig” e essa é minha história. Em junho de 2019 mais precisamente no dia 10 (meu aniversário) eu pesava 165 Kg, estava com esteatose hepática grau 2 quase 3, com pressão alta, obesidade mórbida grau 3, com 3 hérnias de disco na coluna e 1 hérnia umbilical, não fazia atividade física nenhuma e mal conseguia subir um lance de escada se não fosse me apoiando com os braços.

No dia 17 de junho eu tive uma conversa com os psicólogos do TJ, eu não me sentia bem, parecia que eu havia deixado a vida passar. Nessa conversa em um determinado ponto me perguntaram? “Nós estamos vendo que você gosta de ajudar os outros, gosta de se dedicar ao TJ, mas e você? Se você não estiver bem com você mesmo como vai poder ajudar os outros.”.

Quando essa conversa terminou eu não consegui ficar no TJ, tive que ir para casa, no mesmo dia decidi que minha vida precisava ser diferente, que eu precisava mudar de verdade e assim todo o processo começou.

Quando eu entendi que primeiramente eu precisava fortalecer o meu espírito, que se encontrava completamente perdido, eu busquei verdadeiramente Deus, e nele eu encontrei a rocha que serviria de base para reconstruir toda minha maneira de pensar e viver.
Comecei a caminhar e fazer hidroginástica as únicas atividades que conseguia fazer sem sentir dor, busquei a ajuda de uma nutricionista e de fisioterapeutas para me acompanhar durante a longa jornada que ia se iniciar. Estabeleci uma meta, chegar a 90 Kg, teria que perder 75 Kg e no primeiro mês eu consegui perder 10 Kg.

Mês após mês eu ia perdendo 10 Kg, e no final do sétimo mês (janeiro de 2020) eu estava pesando 97 Kg havia perdido 68 Kg, minha filosofia foi ganhar um dia por vez, com muita fé, coragem e determinação.

Em dezembro de 2019 fui convidado por um amigo para fazer calistenia, a princípio eu imaginei, jamais vou poder fazer isso, mas por insistência dele, fui fazer uma semana experimental, o resultado disso? Hoje estou indo para a terceira semana com resultados incríveis.

O que aprendi em todos esses meses é que nós que criamos os nossos limites, nós que colocamos nossos objetivos como impossíveis de serem alcançados, acabamos acreditando em palavras negativas proferida pelos outros e nos deixamos levar, esquecemos que há um Deus que nos ama e que todos nós somos especiais.

Deixo essa reflexão para você, confie em Deus, você é uma pessoa especial, acredite em você, sonhe alto, tenha Fé e busque os seus sonhos, sem passar por cima de ninguém, apenas tente ir ganhando um dia por vez e quando você se der conta terá realizado coisas incríveis.

Eu quero compartilhar minha experiencia com você e te ajudar a encontrar todo o seu potencial, vamos juntos nessa viagem de fé e superação.

 

FONTE: ASSESSORIA