RONDÔNIA – O servidor Alexsei Geldon de Oliveira Janoski lotado no Fórum de Rolim de Moura, está realizando uma vaquinha virtual para conseguir comprar próteses que ofereçam melhor qualidade de vida para o enteado Gabriel Henrique de 15 anos que nasceu com uma má formação congênita nos membros inferiores (pernas e pés) e no membro superior direito (braço e mão). Em fevereiro deste ano, no Estado de São Paulo, no Hospital da AACD, ele passou por cirurgia de amputação dos membros inferiores (um pouco abaixo do joelho) para que ele pudesse fazer uso de próteses.

As próteses ficaram orçadas em R$ 51.100,00 (lembrando que são duas pernas). Uma feijoada já foi feita e agora estamos fazendo uma rifa beneficente de uma novilha. Cada rifa custa 10,00 e o prêmio pode ser convertido em dinheiro. Desta feita, aos que tenham interesse em ajudar nesta causa, que entrem em contato com Alexsei, pelo Whatsapp 69 9. 8414-5804.

LINK PARA ACESSAR A VAQUINHA ONLINE

Relato e história

Olá amigos, sou o Alexsei, servidor do Fórum de Rolim de Moura. Minha esposa, eu e familiares estamos realizando algumas ações para conseguir adquirir/comprar próteses que ofereçam melhor qualidade de vida para meu enteado, Gabriel Henrique. Gabriel, hoje com 15 anos, nasceu com má formação congênita, consistente na má formação dos membros inferiores (pernas e pés) e do membro superior direito (braço e mão). Em fevereiro deste ano, no Estado de São Paulo, no Hospital da AACD, ele passou por cirurgia de amputação dos membros inferiores (um pouco abaixo do joelho) para que ele pudesse fazer uso de próteses . Devido a má formação, ele sempre teve muita dificuldade e várias limitações para caminhar (seus passos eram curtos, não tinha equilíbrio, sentia muita dor com o toque da ponta da tíbia no chão). Sempre foi difícil para ele praticar esportes, mas ele nunca deixou de participar. Ele era bem menor que os colegas da mesma idade e isso o incomodava um pouco, mas não a ponto de ele reclamar (ele nunca reclamou por ser deficiente, apenas algumas lamentações pelo que ele não conseguia fazer). A prótese proporcionou a ele a correção da altura o que elevou muito sua autoestima, mas a razão principal da protetização é oferecer conforto na caminhada. Gabriel recebeu uma prótese do SUS, porém, existem próteses que podem dar a ele o conforto que ele nunca teve para andar. Ele ainda enfrenta muitos obstáculos face a pouca tecnologia e materiais que são utilizados nas próteses que o SUS fornece. Hoje ele anda, mas ele pode andar muito melhor e com mais segurança. Foram os terapeutas da reabilitação que me orientaram a buscar algo melhor para ele. Pudesse eu, teria comprado na mesma hora que minha esposa fez o orçamento de tal prótese em São Paulo, porém, devido seu alto valor não podemos adquiri-la, neste momento (e não sei quando poderia), se não com a solidariedade de familiares e amigos. As próteses ficaram orçadas em R$ 51.100,00 (lembrando que são duas pernas). Uma feijoada já foi feita e agora estamos fazendo uma rifa beneficente de uma novilha. Cada rifa custa 10,00 e o prêmio pode ser convertido em dinheiro. Desta feita, peço aos que tenham interesse em ajudar esta causa, que entrem em contato comigo, pelo Whatsapp 69 9 8414-5804.

 

FONTE: ASSESSORIA