FOTO: Divulgação

Uma equipe do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) de Mato Grosso se deparou com uma nuvem gigante durante um voo de Sorriso para Comodoro, na região noroeste do Estado, na quarta-feira (29), a 110 km de Vilhena.

Segundo o comandante do Ciopaer de Sorriso, tenente-coronel Flávio Ramalho, a equipe passou ao lado da nuvem quando seguia para Comodoro na busca pelos suspeitos do latrocínio contra um fazendeiro da região. O corpo de Inácio Eurico Vogt foi encontrado no banco de trás de um carro (lembre aqui).

O fenômeno é chamado de Cumulus Nimbus, que é conhecido como “nuvem dos temporais”. Ela se forma por conta do forte calor na superfície, acompanhado de umidade.

Quando a onda de calor consegue atingir uma altura aproximada de 10 km, há o choque e surge essa grande formação, que é como se fosse um paredão.

Para a aviação, ela é conhecida como a nuvem do perigo, já que dentro dela há corredores de ventos fortes, que sobem e descem em alta velocidade. Normalmente dura de 30 minutos a 2 horas.

Fonte: Diário on Line