Polícia Civil e PM divulgaram a identidade e a foto do suspeito de ter cometido o crime (Foto: Polícia Civil e PM/Divulgação)
Polícia Civil e PM divulgaram a identidade e a foto do suspeito de ter cometido o crime (Foto: Polícia Civil e PM/Divulgação)

Um jovem de 22 anos foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira (6) em Guajará-Mirim (RO), a cerca de 330 quilômetros de Porto Velho. Ele é suspeito de ter assassinado o funcionário público e músico do Boi Bumbá Flor do Campo, Márcio Paz Menacho, de 45 anos, na noite da última quarta-feira (5), durante um assalto. Segundo a polícia, o rapaz confessou, em depoimento, ter sido o autor do disparo que matou a vítima.

Em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (6), o tenente coronel Lauri Guillande, comandante do 6º BPM, e o Delegado Regional de Polícia Civil, Milton Santana, atenderam a imprensa local e falaram sobre as investigações e prisão do suspeito.

Polícia divulgou a imagens da fuga do suspeito (Foto: Polícia Civil e PM/Divulgação)
Polícia divulgou a imagens da fuga do suspeito
(Foto: Polícia Civil e PM/Divulgação)

A coletiva durou cerca de uma hora. As autoridades policiais divulgaram a foto da arma usada no crime, com quatro munições intactas e a foto de Américo Carneiro de Souza Neto, que confessou ter sido o autor do assalto e do disparo que tirou a vida de Márcio. A motocicleta roubada na ocasião foi recuperada em uma residência situada na Avenida Domingos Correia de Araújo, no Bairro Nossa Senhora de Fátima, três horas após o crime, por volta das 21h.

Prisão
Conforme as informações declaradas na coletiva de imprensa, Américo foi preso na manhã desta quarta-feira e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Nova Mamoré (RO), a cerca de 40 quilômetros de Guajará-Mirim, para evitar um possível linchamento e proteger a integridade física do preso.

Moto foi recuperada e será entregue aos familiares da vítima (Foto: Júnior Freitas/G1)
Moto foi recuperada e será entregue aos
familiares da vítima (Foto: Júnior Freitas/G1)

O Delegado Regional de Polícia Civil, Milton Santana, que é responsável pelo caso, declarou que policiais civis e militares trabalharam em conjunto desde o momento do crime, na tentativa de localizar o suspeito. Os agentes fizeram uma operação de vigilância durante a noite inteira e conseguiram abordar Américo na mesma residência onde a motocicleta roubada foi encontrada.

“Está sendo realizado o flagrante e ele vai responder pelo crime de roubo qualificado, ou seja, roubo seguido de morte. Posteriormente, será encaminhado ao presídio local. Ele também alegou que a arma teria sido comprada na Bolívia por R$ 100 há cerca de uma semana. Ele disse que após o roubo deixou a moto na casa de um amigo e passou a noite em um motel com uma garota. Por volta das 5h, deixou a menina em casa e ligou para um amigo pedindo uma carona até a casa onde a moto estava escondida, mas os policiais já estavam no local aguardando. A arma e a chave da moto foram encontradas com ele no momento da abordagem”, explicou Milton.

De acordo com a Polícia Civil, a motocicleta recuperada será periciada e depois restituída aos familiares da vítima.

Músico Márcio Paz Menacho morre em Guajará (Foto: Júnior Freitas/G1)
Músico Márcio Paz Menacho morre em Guajará
(Foto: Júnior Freitas/G1)

Relembre o caso
O cantor e musicista Márcio Paz Menacho, de 45 anos, foi morto com um tiro no rosto após reagir a um assalto na noite de quarta-feira na própria residência, localizada no Bairro Serraria. A vítima era funcionário público e músico do Boi Bumbá Floro do Campo e iria se apresentar com a agremiação nos próximos dias 7 e 9, na 20ª edição do Duelo na Fronteira.

Segundo a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu, por volta das 18h, na Avenida Antônio Correia da Costa. Márcio teria sido abordado por um suspeito armado, quando chegava de motocicleta na frente do portão de casa, mas teria ignorado a ordem de parada e entrado na varanda da casa com a moto.

O suspeito invadiu o imóvel e deu um disparo à queima roupa no rosto de Márcio, que morreu na hora. A execução foi testemunhada pela esposa e pelo filho do casal, que estavam na sala de estar no momento do roubo. Após atirar na vítima, o jovem pegou a chave e fugiu com a motocicleta.

Músico Márcio Paz Menacho morre em Guajará-Mirim (Foto: Júnior Freitas/G1)
Músico Márcio Paz Menacho morre em Guajará-Mirim (Foto: Júnior Freitas/G1)

Márcio era professor de espanhol e música. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) decretou luto oficial de dois dias e liberou os alunos da rede municipal de ensino, que só retornarão às aulas na próxima segunda-feira (10).

O velório está sendo realizado na Paróquia Cristo Redentor, no Bairro Serraria. O enterro de Márcio Paz Menacho está marcado para às 10h de sexta-feira (7), no Cemitério Municipal Santa Cruz. A família não quis falar sobre o assunto.

As agremiações informaram por meio de nota que irão manter os desfiles programados para os dias 7, 8 e 9 de outubro.