Transição será chefiada pelo próprio prefeito; secretariado começa a ser definido dia 1º

3112016-194345-hildon_trans.jpg
O prefeito eleito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 3, que a transição será chefiada por ele próprio e será composta pelo vice-prefeito eleito Edgar Tonial (PSDC) e mais três técnicos. O trabalho começa logo após o retorno do futuro chefe do Executivo a Capital na próxima semana. “O nosso trabalho é buscar informações estratégicas para adiantar as primeiras medidas do nosso Governo”, explicou Hildon Chaves.

O prefeito viaja nesta sexta-feira, 4, para Brasília, onde terá na que semana que vem uma grande reunião com os três senadores e os oito deputados federais. O tucano vai pedir apoio dos parlamentares para inserir no Orçamento da União emendas individuais e coletivas para obras de infraestrutura em Porto Velho. Sobre os boatos em grupos de redes sociais falando sobre equipe de secretários, o prefeito eleito desmentiu qualquer nomeação dizendo que não há ninguém convidado ou acertado para qualquer cargo da administração municipal. As primeiras informações sobre o futuro secretariado serão divulgadas a partir do dia 1º de dezembro, garantiu Hildon Chaves. “Não existe nada disso. Não convidei ninguém”, enfatizou.

Na tarde desta quinta-feira, Hildon Chaves esteve reunido com o superintendente da Caixa Econômica Federal (CEF) e toda sua equipe tratando dos convênios e obras paradas na cidade de Porto Velho. “Passamos mais de duas horas tratando das obras paradas na capital buscando solução para retomar as ações”, explicou o prefeito eleito.