Servidores que tiverem os nomes no Diário devem complementar a documentação

A partir de agora todos os servidores beneficiados pela transposição que tiverem os nomes incluídos nas portarias divulgadas no Diário Oficial da União precisam, com urgência, apresentar cópia do título de eleitor e os dados bancários atualizados, que podem ser comprovados através de cópia do cartão do banco.

Segundo a Comissão Especial dos Ex-Territórios, do Ministério do Planejamento, essa complementação é necessária porque durante a tramitação dos processos alguns servidores podem ter mudado seu domicílio eleitoral ou mesmo o local de votação, e também podem ter mudado de agência bancária ou aberto uma nova conta.

Visando atender a essa exigência da Comissão Especial, os servidores que tiverem seus nomes divulgados no Diário Oficial devem procurar o Sintero, na Sede Administrativa para os que estiverem em Porto Velho, ou em qualquer Sede Regional para quem estiver no interior do Estado, e levar cópia do título de eleitor e os dados bancários atualizados.

+ VEJA  TRANSPOSIÇÃO: Sintero convoca servidores que não foram localizados para entrega de correspondência

O Sintero alerta aos servidores para que fiquem atentos aos informativos do sindicato, e os que ainda não tiverem os nomes incluídos nas portarias para que aguardem orientações.

Na semana passada o presidente do Sintero, Manoel Rodrigues da Silva, e o Secretário de Assuntos Jurídicos, Nereu Klosinski, participaram de uma reunião na Comissão Especial, em Brasília, quando cobraram mais agilidade nas análises dos processos, divulgação das atas, divulgação das portarias e na inclusão dos servidores na folha da União.

A Comissão informou que a análise dos processos já está em fase final, e que pretende concluir os trabalhos ainda neste segundo semestre, quando dará prioridade aos casos específicos que demandam uma avaliação mais criteriosa.