Segundo informações de populares à polícia, Eduardo teria perdido o aparelho celular em uma rua do bairro. Uma testemunha encontrou o aparelho e conseguiu visualizar diversas fotografias e vídeos, nos quais ele aparecia violentando garotas da região.

Um cadeirante identificado como Eduardo Santos Silva, 42 anos, foi morto na noite desta quinta-feira (8/9). O crime aconteceu por volta das 21h30.

Ele foi encontrado sem vida dentro de casa, no Loteamento Vida Nova, região que pertence ao Cia I, em Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador.

De acordo com a polícia, a vítima apresentava ferimentos na região do rosto, causado por disparo de arma de fogo. Os tiros atingiram o lado esquerdo da nuca. Ainda de acordo com a polícia, vizinhos do Eduardo informaram que alguns objetos, como televisão foram levados pelos suspeitos.

aa estrupo1 ss