FOTO: Divulgação

Mais uma escola foi alvo de criminosos na manhã de terça-feira, 31, em Vilhena.

Desta vez, o alvo foi a unidade educativa municipal Ivete Brustolin, localizada na Avenida Paraná, no bairro Parque São Paulo.

De acordo como o Boletim de Ocorrência, a diretora da escola acionou a Polícia Militar (PM) e relatou que, ao chegar para trabalhar, percebeu que as janelas de blindex estavam quebradas e verificou que dois computadores haviam sido furtados.

Contudo, ao vistoriar em outras partes da escola, notou que os ladrões percorreram a quadra de esportes e arrancaram todos os sensores de alarme e monitoramento.

Além dos computadores, os meliantes levaram também um aparelho de som, um multiprocessador com liquidificador, um roteador de internet, chaves e cadeados.

A educadora, ainda, informou que os criminosos invadiram a cozinha e lavaram vários objetos, sendo estes: um saco de batatas de 50 kg, 30 kg de polpa de frutas, mais de 50 kg de sobrecoxa de frango que estavam em três caixas e 30 kg de carne moída.

Segundo a diretora, a empresa responsável pela segurança da escola informou que o sistema de alarme disparou entre às 01h a 02h, porém não há pistas dos autores do crime.

O caso foi registrado na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Vilhena.

PRIMEIRO CASO

Na segunda-feira, 30, a primeira escola alvo dos meliantes foi a Wilson Camargo

 

 

 

FONTE: EXTRA DE RONDÔNIA